segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Pastor diz que Lil Wayne está sob influência de Satã

Um pastor chamado Jomo K. Johnson está acusando Lil Wayne de 'conduzir a juventude para um caminho de destruição'. Em seu livro Deadest Rapper Alive: The Rise of Lil Wayne and the Fall of Urban Youth, Johnson diz que Weezy está sob influência de Satã.

De acordo com o pastor, o que Lil Wayne está fazendo agora já foi realizado por Eminem há alguns anos atrás. Ele também declarou que o rap sempre foi sinônimo de vulgaridade.

É testemunho da escritura que Dwayne Carter, como um grosseiro blasfemo de Deus, ao promover filosofias e princípios anticristãos através de seus confessos atos de desobediência para com Deus, e pela forma como conduz seu estilo de vida, está sob influência de espíritos demoníacos, diz um trecho do livro. E estando sob essa influência, ele está sendo usado por Satã para liderar incontáveis milhões por um caminho de engano e destruição. E esses milhões acabam sendo a juventude urbana. Lil Wayne, como um homem descrente, não apenas está sob a influência de Satanás, ma também está envolvido em práticas demoníacas ocultas. Aqueles que estão envolvidos nesse tipo de prática terão plena interação com espíritos demoníacos, com a finalidade de receber alguns benefícios terrestres. Esses benefícios normalmente são: dinheiro, influência, proteção ou vingança. Esses benefícios não surgem sem um custo. Os espíritos demoníacos vão usar essa pessoa para promover o propósito de Satã, que é ludibriar o homem em um caminho de destruição, enquanto profana a imagem de Deus.

Essa não é a primeira vez que o Hip-Hop e seus artistas são citados como instrumentos demoníacos. No começo do ano, o DJ Afrika Bambaataa disse acreditar que o movimento havia sido tomado por forças sobrenaturais.

Em 2010, MC Hammer declarou que Jay-Z era um 'adorador do diabo'.

0 comentários:

Publicar um comentário