quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

50 Cent publica mensagens pessimistas ligadas à sua morte

Devido aos seus comentários recentes no Twitter, o rapper 50 Cent provavelmente não está se sentindo muito otimista. O rapper, que afirma sentir que sua passagem pela terra está perto do fim, disse que a criação do movimento 'Street King' é uma das principais coisas pela qual deseja ser lembrado.

"Não acho que vou viver muito mais", publicou o artista durante junto a uma série de mensagens pelo Twitter que começaram na segunda-feira, 2 de janeiro.

Ontem, o rapper continuou: "Ter consciência de que a vida é curta não é ser suicida. Não tenho problemas se eu morrer hoje. Cuidei daqueles que cuidaram de mim quando eu não podia cuidar de mim mesmo".

50 Cent ainda declarou que perdeu a fé na sua equipe; "Não tenho mais nada a dizer. Não promoverei mais a minha música". Vou lançar esse álbum. Em seguida, tenho um filme que escrevi para me dedicar. Esse comentário vem na sequência de meses de discórdia entre o artista e a gravadora Interscope Records, que espera a finalização de seu próximo disco.

No mês passado, 50 Cent disponibilizou uma mixtape produzido por ele mesmo, chamada "The Big 10", que marca os dez anos de aniversário da mixtape "50 Cent is the Future". O último álbum do rapper foi "Before I Self Destruct" de 2009.

Atualmente, o rapper, desiludido com a vida e com a indústria musical, assinou um grande contrato de distribuição para a sua bebiba energética Street King, cujos lucros são destinados ao combate à fome mundial. O rapper de Nova York vem promovendo o produto de maneira incansável desde setembro de 2011, quando o mesmo chegou ao mercado.

Esta não é a primeira vez que 50 se envolve no mercado de bebidas energéticas. Em 2007, o artista, que era um dos donos da Glacéau, ganhou mais de 100 milhões de dólares após a empresa ter sido vendida para a Coca-Cola por mais de 4 bilhões de dólares

0 comentários:

Publicar um comentário