quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Jimmy Henchman usava a Interscope para atravessar drogas pelos EUA

Dois meses depois de ter sido detido em New York por supostamente comandar um esquema nacional de drogas, o caso de Jimmy “Henchman” Rosemond ganha novas provas.
Documentos publicados no TheSmokingGun.com, revelam que membros do grupo de Rosemond “enviaram grandes quantidades de cocaína e dinheiro através dos Estados Unidos em caixas de instrumentos musicais” e “e contrataram pickups e arranjaram entregas nos escritórios da Insterscope Records.”

A Interscope Records é uma grande gravadora responsável por superstars como U2, Eminem, Dr. Dre e Lady Gaga. E também The Game, artista que Henchmen agência.
De acordo com o The Smoking Gun, o ministério público providenciou para que advogados de defesa recebessem os detalhes das novas acusações, mostrando que as mercadorias chegaram até a Interscope de Los Angeles usando um caminhão de uma empresa especializada em transporte de materiais musicais. Dentro da carga havia quilos de cocaína e cerca de 1 milhão de dólares em dinheiro.

Um dos ex-associados a Rosemond, admite nos documentos o esquema e diz que “não apenas a Interscope recebia as entregas, mas vários outros estúdios recebiam ‘material musical’ recheado de cocaína e dinheiro.”
A colaboração chave na investigação foi a de Khlil Abdullah, que recentemente se declarou culpado de uma acusação de tráfico e obstrução da justiça. Ele firmou um acordo com o promotor, e disse que por dois anos, ele viu carregamentos de ‘materiais musicais’ com dinheiro e cocaína, somando uma quantia de milhares de dólares.

Rosemond encobria seus negócios com o mundo da música. Os investigadores alegam que ele legitimava seus negócios através dos artistas que agenciou. As caixas com drogas e dinheiro eram enviadas sob o selo da Czar Entertainment Company, em nome dos artistas que Rosemond tinha contrato.

O esquema foi descoberto em Dezembro de 2010, quando DEA interceptou uma caixa contendo cerca de $800,000 dólares, vinda de um estúdio de New York, graças a uma informação de Abdullah.

0 comentários:

Publicar um comentário